29 março 2009

II Maratona de Mora

Mais uma maratona concluída,  desta vez a II maratona de Mora e  o segundo ano em que nela participei… 

Este ano há semelhança do anterior fiz-me acompanhar com um grande número de amigos e colegas SDT (João Dias, Daniel Cochicho, João Garcia, João Marques, e os futuros SDT Pedro Guerra, Jorge Silva e José Júlio que aguardam pela vinda do novo equipamento), mais alguns familiares/namoradas que também quiseram nos acompanhar e apoiar.

Na minha deslocação até há terra da "areia" foi feita na carrinha do Guerra e como companhia a minha namorada. 
O ponto de encontro foi combinado as 7:00 da matina na Sonap para juntarmos a comitiva estremocense em direcção a Mora.

Há chegada foi tempo de levantamento dos dorsais sem quais queres demoras ou confusões, onde no habitual saco de brindes vinha unicamente um prato de barro com a data do evento, o que não podemos exigir muito, pois só pagamos pela inscrição 8€.

Após nos equiparmos e prepararmos nossa máquinas, com uma manha que se apresentou muito fria para o tempo que se fizera sentir nos dias anteriores. Mas com o habitual o divertimento e boa disposição fomos aquecendo até perto da hora da partida, onde poucos ainda lá estavam. Á semelhança das provas anteriores conseguimos ficar mesmo quase há frente. 
Antes foi o habitual briefing e após 5 minutos da hora marcada lá foi dada a partida em direcção a dois percursos,  40km e 80km. 
A maior dificuldade que se adivinhava era as grandes quantidades de areia propícias desta zona e propicia também a quedas, onde no anterior ano lá tinha deixado uma figueira (caído), e o receio de este ano era muito…

O parente Luís, na picagem
Com minha partida da frente, consegui andar e gerir sempre no grupo de talvez 30 participantes que inicialmente andaram há minha frente, mas que com o passar dos quilómetros e a chegada do cansaço fui recuperando algumas posições num percurso com pouca altimetria, algumas subidas curtas, passagem por alguns ribeiros para não fugir há regra, diversidades paisagística e zona para rolar em grandes velocidades, onde alem da areia o vento forte foi mais um inimigo. Todo isto no percurso bem marcado/assinalado com zonas de abastecimento quanto baste (só fiz uma paragem e foi para encher um bidão). Na primeira mudança de percursos 40/80km passei pelas placas e não as vi …,só que tive a sorte de ir bem direccionado para a distancia maior.

Mais ao menos aos 50 quilómetros e logo após os ter passado dois participantes, entramos numa zona plana e com o vento forte de frente  e os dois espertinhos colaram há minha "roda"  e aproveitaram a minha boleia sempre e de contra o vento até eu fazer a ligação a outro  participante que seguia a um bom andamento mais há frente. O que me desgastou muito, seguindo depois os três juntos e eu ficando para traz solitário e arrebentado... 


Após uns quilómetros mais há frente na fase dos últimos 15, comecei a me sentir muito bem e fui acelerand até me aproximar e passar os ditos participantes que anteriormente se aproveitaram de mim…, chegando em 6ºlugar com 3h:00m, e uma media perto dos 24km/h. 

No total os participantes eram 280 inscritos que concluíram a prova, participando no percurso dos 40kms 207 e apenas 55 nos 80km onde eu fui o único SDT a participar neste percurso.


Tempo de banho
Após chegada foi tempo de um merecido banho com água bem quentinha na escola básica e após reposição das forças tempo de irmos procurar um local para almoçar, já que o almoço no ano anterior não fora grande coisa.

Só o D. Cochicho por motivos particulares e o Sacarabos por já ter o almoço pago não estiveram presentes para um belo e bem servido almoço, onde resumo da maratona e peripécias bela maratona estiverem sempre no assunto.

Próximo domingo será a vez da deslocação até há terra das bifanas, Vendas Novas onde vou tentar confirmar o meu belo momento de forma...

Sem comentários: