30 maio 2011

VII Raid "Por Terras do Mato"



Desde que comecei a participar em provas que me lembro dos papeis pequenos verdes a fazer pub ao raid do Ferrobico, mas por surgimento de outros eventos mais perto de casa este tem ficado em stand bay ate este ano.. 

Acompanhei-me com mais sei elementos SDT (J. Garcia, L. Bilro, P. Guerra, J. Lopes, G. Lopes e A. Beja Neves) e a Lúcia. O encontro ficou marcado as 6:00 da matina, onde na sonap reunimos e seguimos viagem em direcção a Cabeça Gorda. 

A chegada foi perto das 8:00 onde levantamos os dorsais com 2 sacos que traziam uma garrafa de vinho, um óleo da Lancar, um porta-chaves, uma camisa-de-vénus lol, canetas e uma estatueta que penso em gesso muito bonito com um sombreado de um betetista. Mesmo ao lado fora servido um bom e diversificado pequeno-almoço.

Nas calmas fomos nos equipando já que ainda faltava algum tempo para a partida e o carro estava perto da manga. Dirigimos nos para a manga onde ainda não havia muito pessoal, já que eram esperados cerca de 500 participantes. Antes de ser dada a partida fomos ouvindo o spierk incansável e já nosso conhecido de outros eventos...

Em ponto foi dada a partida para um percurso que já houvera dizer de ser muito rolante, onde nos primeiros 10 quilómetros rolamos a mais de 40km/h e onde segui no primeiro grupo com cerca de 25 betetistas que ficara inicialmente partido e rolamos ao estilo de ciclismo, ate surgir as primeiras subidas que quebrou mais o grupo.. 
Cerca do km 10 surgi um pinhal/eucaliptal com 4 a 5km, grande parte dos trilhos em zigue e zague (curva para direita, curva para esquerda em cotovelo e em grande velocidade), onde ultrapassei o grupo que se formara antes com 7 a 8 atletas, assumindo a cabeça do pelotão e entrando num espectacular single muito técnico com gado sempre presente e sem se assustar, onde ganhei alguns segundos só que distraidamente continuei o single onde alguns metros á frente constatei que estava enganado ao avistar o pessoal mais atrás a subir uma "parede". 
Voltei para traz de imediato e ao longe avisei o grupo que segui a traz de mim da direcção correcta do percurso.... 

Minha MCS recomposta da ultima masela...
Ao chegar ao inicio da subida la se foram os 7 ou 8 lugares que tinha conseguido anteriormente. Continuei no grupo, mas novamente atrás onde lentamente voltei a recuperar alguns lugares. 

Nos 6 quilómetros finais e após a mudança dos percursos limitei-me a ir avistando os 3 betetistas e o rolar colado na roda de dois que seguiram a minha frente ate a meta onde mais uma vez após 44km obtive o lugar habitual de 6º, com o tempo de 01h:45m, menos dois que o primeiro entre 366 participantes na minha distância e com uma velocidade de quase 26km/h, espelho do percurso muito rápido e espelho de ser um atleta regular, não é para todos...lol

Aguardei a chegada dos meus companheiros onde antes ainda bebi um mini e fomos lavar as bikes e nos...

Finalmente veio o almoço que fora servido ao ar livre em self-service com muita variedade e qualidade assistindo a música ao vivo muito animada com o Jorge Nice.

O amigo Nuno do BTT-TV, sempre com grandes foto reportagens





Em suma fica um dia muito bem passado com uma excelente organização onde toda a aldeia reúne forcas para proporcionaram um excelente prova de btt se não uma das melhores do baixo Alentejo.

Foto do dia... (mais fotos aqui)





Sem comentários: