02 setembro 2013

5ª Maratona barbaris BTT team

Esta foi a 5º maratona de Barbacena, organizada pelo magnífico grupo de BTT local Barbaris, onde eu estimo muito algumas amizades por lá criadas. Como tal já fazia parte do meu calendário para este do ano, onde só por algum motivo de força maior não viria participar.

Com as distancia e altimetrias finais relevadas, ainda ponderei minha participação na distancia maior de 65km, mas com o objectivo da classificação no top 5 seria mais difícil de alcançar o objectivo final, pois a minha preparação física só dá para "bombar" a maior ritmo cerca de duas horas, a partir dai.., por falta de tempo em andar mais de bike, seria sofrer para acabar..
Então mesmo com grande concorrência nesta distância mantive-me para os 40km.

A manha começou perto das sete da manha onde tive a boleia e companhia do João Garcia. Chega-mos á terra do José Lito Maia pouco passava das oito, onde de imediato fui ao secretariado levantar o meu dorsal, já que o meu amigo e colega de equipa Pato tinha ido de propósito levantar os dorsais no dia anterior e não reparou que faltava o meu (começou logo azarada a minha participação).

Apos o rápido levantamento, apressei-me em equipar e desloquei-me para a zona da meta cerca de 20 minutos antes da hora. Com a bike ensarilhada com a do Tainhas, ali permaneci junto a zona de meta a conversa com o pessoal. Para esta prova estavam confirmados mais de 350 participantes.

A partida foi dada a hora certa e após o briefing percorremos duas ou três ruas dentro de Barbacena e entramos no "calvário'.
Seguia no grupo da frente e rapidamente me apercebi da dureza dos trilhos, com muita pedra, valas/regos, curvas muito apertadas e muita areia/saibre para ajudar mais á festa.

A pedalar para os 18km
Estupidamente e fazendo contas com o piso mais rolante, esqueci-me dessas "armadilhas" espalhadas pelo terreno deixando maior pressão nos pneus. Era rara a curva em que não era projectado para fora da estrada devido á pouca estabilidade do da roda da frente, apanhando mais um valente susto numa descida perigosa, ao sair mais uma vez fora do trilho, entrei dentro de uma vala funda, a sorte foi que ela era longa e consegui parar sem cair.. Com isto tudo continuava dentro dos dez primeiros da geral e 5º da minha distancia.

Com dez quilómetro percorridos, alguns sustos e um ritmo era muito elevando não conseguindo baixar as pulsações, muito por culpa das muitas cervejolas da noite interior e  algum cansaço acumulado da semana, com todas estas “desculpas” nunca baixei o ritmo, onde já tinha perdido de vista os primeiros lugares, mas como " ate lavar os cestos á vindima"  estava numa boa posição em melhorar o 5º lugar, pois seguia na roda do 4º classificado e mesmo á frente tinha mais dois participantes a escassos metros da mesma distancia.., só o pequeno grande Diogo é que era quase impossível " agarra-lo " pois estava endiabrado.

Ao quilometro 18, seguindo eu nesse quarteto com as mesmas posições, terminou a prova para mim quando numa curva embati com a roda traseira numas pedras e ouvindo um enorme barulho, saindo o pneu do aro…
Voltei para traz, ao lado da "boneca" percorrendo o caminho inverso, onde foram passando por mim todos os participantes, onde em geral todos demonstraram vontade de ajudar, palavra de incentivo e apoio. Mas como é normal para mim a prova tinha perdido o meu interesse, só me resta agradecer a todos os que trocaram palavras de apresso, principalmente ao Carlos Santos que quase me obrigou a colocar uma câmara de ar, só que o pneu estava cheio de terra e pastos colados no líquido.

Continuei mais uns metros e lá apareceu a carrinha vassoura, já eu tinha percorrido mais de 3 km a pé com a roda de traz no ar, ao contrario do fim de semana anterior que andei com a roda da frente no ar da bike de estrada e que no final borrei habilidade com uma valente queda..lol

De carrinha em carrinha foi "saltando" ate chegar a Barbacena já passava do meio dia..
Fui para tomar um duche apanhei um enorme engarrafamento  com o meu pessoal SDT á minha espera acabei por tomar um belo duche com as mangueiras da lavagem das bike..

Após o belo duche do "homem nu".. Fomos para o almoço, servido no salão onde sentados fomos muito bem servidos, só levantávamos cu para irmos as frescas..

Em resumo pelos 18kms que percorri, só tenho apontar o mesmo defeito do anterior ano, na cor prateada das fitas, por vezes não as conseguíamos ver. Em relação as marcações no chão e setas estavam impecáveis. Penso que poderiam ter aliviado/eliminado algumas das zonas do percurso(nas terras lavradas) onde existiam muitas valas perigosas.,embora compreendo que quisessem impor maior dificuldade  


Muito mais leve sem o Race King e o liquido.. lol

Em relação a todo o grande staff, só resta dar os parabéns e agradeçer mais uma vez a hospitalidade e apoio.  Estiveram mais uma ano impecável com muito pessoal  espalhado sempre disposto ajudar com um sorriso nos lábios..

O almoço impecável, muita variedade e qualidade como sempre..


Para o ano lá estarei novamente mas antes vou á bruxa..

Sem comentários: