20 agosto 2012

Raid BTT Trilhos de Baco


Após eu ter estado cerca de dois meses e meio fora das lides do BTT com caracter mais competitivo, muito por culpa da chegada do verão, com ele o calor, as ferias e o número de eventos de BTT que também diminui-o...

Para quase final o mês de Agosto surgiu a data do evento Raid Trilhos de Baco (Vidigueira), prova esta já á muito por mim ouvida falar entre o pessoal e vista nos foruns das duas rodas..., resumindo a prova em uma grande festa do BTT, com campismo, piscinas e passeio nocturno nas vésperas do raid. Festa esta idêntica á vizinha aldeia de Cabeça Gorda.

Apos a minha inscrição ponderei varias vez a minha confirmação, pois o preço da inscrição era de 15€ sem almoço, um pouco exagerado para quem vai no dia e só fazer a prova rainha. Mas com o aproximar de mais eventos pensei que seria a melhor forma de testar a minha capacidade física e assim começar a ganhar ritmo para as outras futuras...

A manha começou cerca das 6:30h da manha onde dei boleia ao companheiro de pedal J. Borralho, sua esposa e filha, bem como posteriormente a minha namorada Lúcia.
A chegada fora cerca das 8 da matina onde já tínhamos combinado entre os dois de levantar o dorsal e irmos deixar as bikes no controle zero..., pois eram esperados cerca de 700 participantes.
Assim fizemos após o levantamento do dorsal onde o saco vinha muito pobre tendo em quanto o preço pago... Onde alem do preço base da inscrição acabei por pagar mais 1€ para personalizar a t-shirt que nem quase se via o meu nome....

Apos colocarmos os frontais fomos ensarilhar as bikes junto á partida onde já estavam mais de meia centena de atletas á nossa frente.
Em brincadeira e boa disposição fomos equipando, pois se não nos roubassem as bikes, estávamos descansados...
Perto da hora da partida dirigindo-mos para as nossas máquinas, onde ansiosamente fomos esperando a largada...
As distancias eram a meia de 40km onde eu estava inscrito e maratona de 70km.., mas com diferença de acumulado de subidas muito pouco entre elas.

Os primeiros 4km coloquei-me no enorme grupo da frente onde com cuidado foi tentando ganhar posições.
(Ainda com esperança de melhorar fisicamente)
Logo na primera subida comecei a sentir enorme dificuldade física na zona  dos  quadriceps, mais concretamente  um enorme peso e dor junto aos joelhos.., mas onde tentava psicologicamente ultrapassar o pessoal como é o habitual. Embora o pessoal presente também fosse de grande potencial, acabou por acontecer o inverso..., "lutar para não ser ultrapassado" mas sempre com a esperança de "aquecer” as pernas" e melhorar a minha performance. 
Só que as subidas estavam localizadas nos primeiros 26km e ainda faltavam 19km para as concluir.
Então a força de vontade desapareceu e o cansaço contino-ou a moer, embora sem saber bem ao certo o que se estava apassar comigo.., pois nestes ultimos dois meses tenho corrido muitos kilometros bem como  andado de bike.., inclusive a volta da passada quarta-feira de 140km a Monsaraz. .. Seria que estava a pagar a "factura" dessa mesma volta e das grandes corridas!, ou seria a falta de ritmo!. Sem saber o que se estava a passar comigo de provas!! Perdido por cem...!, perdido por mil, arrisquei na mudança em fazer a distancia maior, pois o acumulado pouco mais era e o meu companheiro que também seguia a minha frente também iria para os 70km. Então preferi sofrer mais um pouco e para tentar ganhar ritmo arrisquei a distância maior, pois estava um pouco baralhado com que me estava acontecera...

Á separação enverguei para a maratona ao km 34km já pedalado e seguindo talvez no grupo entre dos 40 primeiros das duas distâncias...
Então limitei-me a seguir com o meu ritmo onde inicialmente fora sempre acompanhado com pessoal começou haver maior dissipação.

Parando em cada abastecimento fui-me munindo de agua e bananas assim ate final..., onde nos últimos 15km e novamente no surgimento de umas subidas, fora novamente ultrapassado por um grupo que seguia a minha roda..
Apos cerca de 74km com 1100m de subidas lá cheguei em 46º com o tempo de 3h:07m (ver classificação), onde o meu companheiro que está em grande forma física já tinha chegado 6mim antes de mim.  A minha média pulsação fora 157rpm, que reflecte bem o meu baixo desempenho, para quem faz medias acima dos 164rpm.

Alem da meu psicológico estar em baixo o clima com a minha chegada também não era o melhor apoio possivel..., pois a minha namorada estava com uma pilha de nervos de preocupação, devido ao não me ter visto passar no último abastecimento dos 40km e não saber que eu me tinha mudado para os 70km.

Apos o banho e os nervos acalmaram fomos procurar um local para almoçar-mos, que acabou por ser em vila de Frades a cerca de 3km da Vidigueira.

Em resumo e opinião desta prova estava tubo bom, agua fresca com muitos pontos, boas marcações, embora axe falta de algumas placas de perigo, mas para mim não justifica o valor muito alto da inscrição. Em relação ao meu desempenho só me resta esperar dias melhores, pois quando achamos que estamos em boa forma, o contrário acontece - Overtraining.

Sem comentários: