28 fevereiro 2011

1ª AlenBTTerra (Nisa)


Após pouco mais de um mês parado das provas, no passado dia 26 surge uma.., desta vez em Nisa.

Ainda ponderei ir no domingo a Coruche ou a S. André mas sendo a de Nisa a mais perto de Estremoz optei por esta. Fui com o J. Garcia onde a manha começou por volta das 7 da matina, um pouco mais tarde que o habitual, já que a partida tinha a hora marcada para as 10h.

A chegada a Nisa fora feita com muito nevoeiro onde com frio e a espera que o sol aparece-se fomo-nos equipando mas antes levantamos os dorsais onde apenas vinha uma t-shirt, algo fraco para 18€.

Á partida não se esperava muitos participantes, poucos mais de cem inscritos para as distancias de 50 e 85km. Logo não seria muito difícil ter uma boa posição de partida, mas com a chegada dos participantes constatei que eram poucos, mas bons pois grande parte deles era conhecedores da zona bem como os “PROS” da prova do Inatel e Norte Alentejano.

A puxar ainda ao inicio, e os bofes a saírem pela boca
A partida foi dada pontualmente, onde devagar percorremos as ruas estreitas de Nisa e por burrice minha deixe-me ir sendo lentamente ultrapassado de traz para a frente. Com o alcatrão já de fora comecei a ganhar lentamente posições em trilhos com subidas curtas e descidas no meio de um eucaliptal.

Ate a mudança dos percursos com cerca de 17km já pedalados, fui sempre avistando e passando pessoal, mas a partir dai fiquei solitário onde surgiu uma duríssima subida sendo ela muito longa e inclinada e com os esforço começou aparecer o desgaste físico de uma semana de ginásio a sentir as pernas muito fatigadas.

Com tudo isto ainda tinha 25km pela frente onde o percurso se tornou mais plano e rápido, onde só avistava os rodados dos participantes da minha frente, por onde me fui guiando já que as fitas estavam muito espaçadas e de pouca visibilidade.
Nos últimos quilómetros (pensava eu)!! comecei a recuperar melhor fisicamente bem como o percurso se tornou mais rolante e a meu género, carreguei mais nos pedais e consegui alcançar um participante e rapidamente lhe passar para a frente.

Muito perto dos 50km pensando eu já estar a chegar á meta, surgiu um trilho pelo meio de duas antigas paredes com mais de um quilometro completamente encharcado muita água e lama agravando ainda mais o estado do material, pois ate ali utilizei muitos líquidos (agua dos abastecimentos e dos meus bidões) para ir lavando a corrente.

SDT 4ever

Com mais de 50km percorridos comecei estranhar a chegada a Nisa onde sempre com uma boa pedalada avistei mais dois atletas, recorrendo á reserva, fui perdendo distancia ate os conseguir alcançar e ultrapassar a 1km do fim onde em jeito de sprint e com 55km alcancei o 6º lugar com 02h:26m e um acumulado que rondou os 900m entre 76 participantes a terminarem e mais uma vez sem cambrias e quedas o que foi excelente...

Enquanto esperava pelo meu companheiro J. Garcia fui lavando a bike numa fonte mesmo ao lado da chegada.

O almoço fui servido na Casa do Benfica bem apaladado e em quantidade, só foi penas as minis terem-se de pagar...

Em resumo ficam os lindíssimos trilhos desta zona com bonitas paisagens, onde a marcação/sinalização poderia e deveria ser melhor bem como mais de 30km que percorri solitariamente.

Sem comentários: