06 setembro 2010

IV Passeio/Maratona pelos Tilhos de Mombeja


Esta foi a prova que me propôs fazer para iniciar a segunda metade do ano após uma ausência de cerca de dois meses de competição e cerca de um mês e meio sem fazer BTT, por culpa do verão e das férias. Prova esta que já conta com 6 edições, e já algum tempo que ouço falar muito bem deste evento por terras do baixo Alentejo. 

A manha/noite começou cedo, cerca das 5:30, onde me desloquei somente com a minha namorada Lúcia a Mombeja, acabando por ser o único elemento SDT e estremocense presente. Há chegada há pequena aldeia fui levantar o dorsal onde muito simpaticamente fui recebido. No saco vinha alem dos papeis, uma oferta que achei muito bonita (uma bilha de barro em miniatura pintada há mão). 

Após rever alguns companheiros de pedaladas e conhecendo outros fui-me equipando nas calmas, pois ainda faltava uma hora para a partida, mas também sabia se queria partir nos lugares da frente não me poderia distrair.., pois para esta prova  estavam cerca de 350 inscritos confirmados e divididas por três distancias (20km, 45km e 70km). 

As nove em ponto foi dada a partida, onde seguimos atrás da mota da organização percorrendo as ruas da aldeia e que sérvio para um aquecimento sempre com muito pessoal a ver e nas ruas.., voltado novamente a passar por baixo da manga da meta e ai então o pessoal a começar a prova... A expectativa á minha condição física era o meu principal teste, pois não tinha ritmo de competição, algum tempo que não fazia BTT somente pequenas voltas de estrada e corrida, mas o meu melhor treino é como sempre o espírito de sacrifício.




Os primeiros quilómetros foram um constante sobe e desces, onde rodei no grupo dos 15 primeiros, muito perto dos da frente.., até que surgiu uma subida maior e recuperei mais alguns lugares.., perto do quilometro 15 voltamos novamente a passar debaixo do arco meta, em Mombeja, o que achei muito original, pois dava para o publico se aperceber melhor das movimentações dos participantes e nos sermos incentivados com palavras e aplausos. 

Apartir dai o piso começou a ser mais duro, irregular e com zonas de pedras bem como as subidas mais longas começaram então a surgir..., já que para os 45km estavam previstos mais de 800m de acumulado. Cerca do km 35 e após a subida mais dura e longa e mais uma serie de sobe e desces onde comecei a ter uma quebra, pois o esforço gasto já tinha sido muito e sabendo que esta nos primeiros lugares não tive pernas (talvez pela falta de ritmo) para tentar acompanhar um pequeno grupo que seguia há minha frente já muitos quilómetros abrandei para tentar acabar bem, pois as cambrias já "picavam" e assim desconhecendo a minha posição ainda fui avistando os dois participantes há minha frente ate quase há meta os dois que ficaram há minha frente. 

Há chegada o meu objectivo foi concluído, fazer menos de horas e nos 10 primeiros. Mais precisamente o 4º lugar com 1h:59m os 47km com 241 participantes (ver classificação). Á conversar com o spinker na chegada ainda tive mais uma cambria lol. Este lugar  que acabou por ser amargo pois há conversa com o Pardal (primeiro classificado), me disse que era para ter feito os 70km, mas por queda e problemas técnicos ficou pelos 45km. 

Agarrado á mangueira
Nas calmas lavei a bike, pois por incrível que pareça apanhei um banho de lama, quando passamos num milheiral que estava a ser regado. O banho foi de agua fria, mas que ate soube bem, depois antes do almoço fui bebendo umas imperiais e assistindo há chegada de alguns participantes. 

O almoço foi servido num barracão semi-acabado mesmo ao lado, onde a variedade de comida confeccionada pelo pessoal da organização era mais que muita sempre com um sorriso e boa disposição, onde assistimos há entrega de prémios e ao sorteio de muitos, que mais pareciam não acabar.. embora não tenha saído nada.. 

Fica sem dúvida uma excelente prova a repetir, onde não existiu nada negativamente apontar, fomos muito bem recebidos pela organização sempre com uma enorme simpatia e disponibilidade.

Sem comentários: