07 junho 2010

2ª Maratona de Aguiar

Pelo segundo ano estive presente em Aguiar, aldeia onde impera o mito do relógio e das horas... 

A manha começou por volta das 7:00 da matina, onde depois do habitual café seguimos em direcção a Évora.., levei o meu bolinas, onde mais uma vez a minha namorada Lúcia me acompanhou e alem dela também o Acácio a sua esposa Tânia. No outro carro seguia o casal Marques(João, Ana e os seus filhotes). 

A chegada procedemos ao habitual levantamento dos dorsais, sem confusões onde no saco vinha uma t-shirt, duas canetas, uma fita porta-chaves. Depois de nos equiparmos, nas calmas fomos para o centro da aldeia, onde já circulavam alguns betetistas e onde ainda não se sabia ao certo o local da partida. 

Esta prova contou com cerca de 250 participantes divididos pelo passeio se 25km, meia maratona 40km e maratona 70km. 
Muito perto das nove estendem uma fita balizadora ao meio da rua, onde de imediato apareceram os gananciosos de sempre logo a se colorarem há frente dos que já lá estavam, obrigando-me a ficar mais atrás onde inicialmente estava. Por volta das 9 horas foi dada a partida,com alguma confusão acabei por me atrasar e assim deixei fugir de imediato os primeiros lugares.

O percurso começou com um piso de muita areia e uma pequena subidas, onde rapidamente comecei a recuperar posições a um bom ritmo e boa media de velocidade, onde a areia foi sempre presença constante e muitas vezes me arrependi de não ter ainda trocado o pneu de traz que constantemente me derrapava nas subidas.. ,a presença de muitos regos também uma cortante, tornando o percurso muito técnico nas descidas. 
Por volta do quilometro 19 e no momento em que me estava a sentir muito bem fisicamente com a recuperação de muitos lugares, vi uma ambulância e um carro do lado oposto uma vedação.. Vedação essa que separava o trilho onde eu seguia para o caminho da ambulância, não avistando de momento nenhuma fita no meu trilho deduzi que estava no trilho errado, parando imediatamente e voltando para traz para tentar apanhar o outro trilho onde seguia o carro. Quando aparecem mais dois participantes no meu trilho e me alertarem que afinal eu ia bem..., com tudo isto acabei por perder mais algum tempo...
Estava mesmo a precisar de uma nini fresquinha

Rapidamente retomei o percurso desiludido comigo mesmo, mas sempre abrir, ate final consegui recuperar mais dois lugares, e em conversa com um dos participantes me disse que seguiam mais 4 há minha frente, voltando a me dar mais um alento, só que quando cheguei há divisão (40km percorridos e a entrada de Aguiar), perguntei quantos já ali tinham passado, e as meninas da organização responderam-me cinco ou seis para cada lado..,o que não estava há espera, pois ao quilometro 20 um miúdo me tinha dito que eu ia em 7º lugar ( sétimo lugar na geral das duas distancias).., lugar esse que acabei por conclui os 40km com o tempo de 1h:46m entre 175 (ver classificação) que também concluíram a mesma distancia.

Para mim o percurso escolhido deste ano foi pior que o anterior, pois a nível piso foi muito airoso, com muitas valas/regos que no final causou muitas quedas, com um sobe e desce constante onde poderia ter existido mais e maiores fitas, bem como setas e placas de perigo.
Com o braço ao peito..

Após a chegada do resto do pessoal bebemos umas minis numa tasca para repor os líquidos. Depois tomamos um duche se agua fria e fomos para o almoço, onde em comparação ao ano passado fui de longe mais fraco e a imperial tagus.. 

Para variar fomos os últimos participantes a sair....Fica em resumo a simpatia com que fomos recebidos e de notar o esforço que a organização fez para que tudo corresse bem, e o pessoal abala-se satisfeito.


Sem comentários: