16 março 2010

Trilhos de Açafa 2010 (Vila Velha de Rodão)

Após já ter recomposto da fraca maratona de Tomar, passados oito dias foi tempo de ir pedalar pelos trilhos da Açafa em Vila Velha de Ródão, já que nunca tinha pedalado pela aquela zona e as fotos que vi no fórum deixaram-me maravilhado pela paisagem e com uma enorme vontade de pedalar por aqueles trilhos...

Esta prova teve a organização do grupo desportivo dos B. V. de Vila Velha Ródão e que contou com mais de quatrocentos e cinquenta participantes. Nove bettistas eram os estremocenses e meus colegas do SDT (J. Marques, J. Garcia,J. Silva, V. Catambas, D. Cochicho, P. Perdigão, P. Guerra e o A. Pucarinhas), e como mais alguns familiares. 

Para V. Velha fui á boleia com o P. Guerra, o Perdigão e o Calimero, um pouco atrasada em relação á hora combinada, o que costuma ser normal... 
O dia nascera de sol e calor, ficando assim reunidas todas as condições para um excelente dia de BTT. 

Uma "bomba"
Logo á chegada fomos brindados com um pequeno-almoço muito diversificado e em grande quantidade de bolos, doces queijos, paios, etc., feitos pelas pessoas da terra/organização, mas como o tempo para a partida já não era muito, levantamos os dorsais rapidamente com oferta de um frasco de mel e umas bolachas da região. 

Há partida e como ultimamente iria participar na meia-maratona de 35km, onde já esperava alguma dificuldade inicialmente pelo gráfico da altimetria (cerca de 800m), bem como a zona situada nas margens do Tejo. 

Desta vez não consegui partir dos lugares da frente como tem sido habitual, atrasando-me um pouco para os primeiros.  Ao quilometro 6 começamos logo a subir uma grande e longa subida que mais fazia lembrar estarmos na nossa Serra d'Ossa com mais de 4km, onde fui recuperando algumas posições. Após essa penosa subida aparecer um single muito técnico e espectacular pelo meio do eucaliptal, bem como seguidamente uma enorme descida que ate fez doer as mão e os braços, com tanto travar..  

Com metade dos quilómetros já percorridos, passamos pela aldeia de Salavessa onde a quantidade de público nos surpreendeu e nos incentivou para os restantes quilómetros, esses que foram mesmo há beira do rio Tejo por mais um magnífico e longo single track que deixou todos os participantes encantados e eu fui continuando a subir mais uns lugares. 
As marcações/sinalizações e abastecimentos foram igualmente de grande nível, onde a presença dos bombeiros fora uma constante durante todo o percurso bem como o pessoal da organização. 

A minha chegada a V.Velha ainda consegui no alcatrão ganhar mais dois ou três lugares sentido-me muito bem fisicamente e com pena de não haver mais cinco quilometros para tentar subir mais alguns lugares. Ao fim de trinta e seis quilómetros, conclui a minha participação com trezentos e vinte e sete bettistas neste percurso, acabando no 7º lugar a três minutos do primeiro com o tempo de 1h:53mim.(ver classificação

Após a minha chegada e lavagem da bike, onde só existia uma maquina de pressão, aguardei pela chegada dos meus companheiros SDT, e depois veio o banho de agua gelada...

Após almoço, no belo espaço
O almoço fora servido debaixo de uma tenda, mesmo ao lado de onde fora a partida/chegada dos participantes onde as gentes da terra com enorme simpatia prepararam um magnífico almoço em fartura e diversidade.

Fica em resumo uma magnífica maratona onde todos os participantes saíram de certeza bastante satisfeitos pela excelente organização e simpatia com que nos acolheram, bem como as marcações e magníficos trilhos por onde pedalamos, fica só um pequeno senão para os banhos de água fria. Fica a promessa que para o ano estarei novamente presente...

Sem comentários: