09 setembro 2014

6ª Maratona Barbaris Btt

Pela segunda vez este ano estive presente freguesia de Barbacena. Em Abril tinha estado presente no duatlo e desta vez teve lugar mais um grande evento BTT, a 6ª maratona BTT Barbaris, que superou todas as espectativa, como prova do excelente trabalho do grupo local foi o número record de mais de 400 inscrições. Cerca de trezentos participante para a distância de 50km e cerca de uma centena para os 70km.

O ano passado não consegui terminar a prova devido ao descolamento do pneu traseiro apos impacto numa pedra, logo este ano tinha umas "contas" ajustar com os trilhos.

Mas o pior estava para vir, quando o entusiasmo para esta edição acabou a faltar 4 dias para o evento devido a uma valente constipação...
Mas como publicara anteriormente no facebook, nunca iria usar isto como desculpa para um mau resultado. como tal só me restava fazer o que sempre faço.., pedalar, pedalar..,com o coração e alma...

Mesinhas para ranhosos..eheh
A manha começou perto das 7:30h onde foi buscar a bicicleta do Catarino que levei no carro, indo ele á boleia com o Luís. Posteriormente fui buscar a minha namorada.
A chegada a Barbacena foi-me equipando, entretanto apareceu o Rato com os frontais que os tinha levantado no dia anterior e assim poupou-nos alguns preciosos minutos.

Antes de ir para junta da manga segui o conselho do Nuno Gil para limpar as narinas (algodão com vick).
Cerca das 8:30h entrei no contro 0 onde já aguardavam pela partida um grande grupo de atletas, talvez mais de 80 participantes á minha frente, o que também não ajudaria muito para um bom arranque.

A 9:00h foi dada a partida onde percorremos lentamente a rua principal da Vila, o que deu para ir ganhando algumas posições. À saída percorremos cerca de um quilómetro em alcatrão o que me fez chegar mais á frente. Entrei no campo num grupo da frente com cerca de 15 a vinte atletas onde num início em grande velocidade como já era de esperar o pó escondia por completo os trilhos e os atletas onde se pedalava completamente a “tacto”.

Sentindo-me muito bem nos primeiros quilómetros não hesitei em dar o máximo chegando a rolar na cabeça do grupo, grupo este que lentamente foi ficando reduzido…
Até fazia póoo..
Ao quilómetro 10 surgido a maior dificuldade com duas subidas, não pela inclinação mais sim pela muita pedra solta. Mantendo a posição já estava nos primeiros 10 onde alguns dos atletas seriam da distancia maior, enchendo-me ainda mais de moral..  Com um percurso muito rolante a unica dificuldade era o estado do terreno de muito duro.

Á separação surgi-o cerca do quilometro 22km, onde alguns dos atletas que seguiam no grupo a escaços metros á frente viraram para os 70km.., seguindo apenas um atleta para os 50km, o Nuno Fitas, onde de imediato me apercebi estar na segunda posição isolado com o Nuno a cerca de 200m á minha frente..
Só que ainda me faltavam cerca de 28kms para terminar, onde o meu maior medo era o surgimento das cambrias, sabem eu que o percurso era composto por um sobe e desce curto.

Ao quilómetro trinta mantinha a mesma distância para o Nuno, quando reparei que estava a perder terreno para dois atletas que vinha a traz de mim, talvez com uma distância idêntica á que eu tinha do primeiro classificado.
Á passagem por Vila Fernando as força pareciam estar a escassear.., pois como facto psicológico tinha ainda os muitos quilómetros que faltavam para terminar e a pressão da dupla de atletas que seguia a traz de mim..
Mais um pódio e mais umas dores de cotovelos para alguns..
Numa zona novamente mais rápida, "serreio os dentes " e voltei a dar tudo, quilometro a quilometro voltei a me aproximar do Nuno e ganhando tempo para o 3 e 4 classificado o que me deu um novo alento.

Sorrateiramente com Barbacena á vista, colei-me na "roda" do Nuno, onde estava uma placa da organização avisar que faltar um quilómetro, onde acabei por o ultrapassar e que pareceu esgotado. Eu entusiasmado e "realizado" com o meu desempenho pois dificilmente me fugiria um pódio, a alguns metros da meta pensei que não deveria disputar o final ao sprint com o Nuno,, baixando o ritmo e dizendo-lhe o meu pensamento, pois achei que ele merecia ganhar, pois pedalou mais de 25km na frente isolado e seria justo vencedor, ate porque as classificações eram por escalões e ele era elite e eu veterano A.

Ao fim de 50km com o tempo de 01h:53m descontraído e com dever comprido
À chegada, eu o Fitas e a minha namorada
cortei a meta na 2º posição da geral e 1º no meu escalão.

Apos a minha chegada aprecei-me para ir tomar duche, já que os duches eram poucos para tanta gente, mas antes ainda deixei uma palavra de apreso e parabéns a organização ao microfone.

Tomei um bom duche e depois sim já com tempo foi para o local da chegada, onde quase todos os SDT presentes já tinham terminado, esta vez eramos uma dezenas de estremocenses.
Mas como ainda era sedo pro almoço foi para o café repor os líquidos.. Perto das 13h dirigimo-nos ao pavilhão multiusos que enchera, onde almoçamos e convivemos, local onde posteriormente fora a entrega dos prémios..
Mantendo a tradição por ali foi ficando a conversa com o pessoal da organização ate cerca das 19h.

Em resumo só me resta dar os parabéns a esta grande família que é o Barbaris, marcações impecáveis com fita que pareciam autênticos lenções, boas marcações no chão, muito pessoal espalhado, sempre muito prestável e simpático, onde o apoio não faltou (pelo menos a mim), um saco cheio de brindes e bom almoço convívio é tudo o que se quere num evento de BTT.
Porque as provas também se ganham aqui no convívio, tenho muito orgulho de ser socio deste magnifico grupo ;-)

Sem comentários: