30 novembro 2008

3ª Maratoda Terras do Montado/Portel


Esta foi a minha última maratona de 2008 e a 3ª  edição das Terras do Montado em Portel com mais de 602 inscrições entre elas alguns nomes bastantes conhecidas do nosso BTT nacional em dois percursos de 45km (546 bbtistas) e os 90km (56 bbtistas). 
Maratona esta que é sempre inserida na feira do Montado e que tem como objectivo dar a conhecer a região.

O ano passado tinha estado presente mais o amigo e colega do Sobe Desce Team  Ricardo André ele nos 45km e eu nos 80km, onde levei um empeno brutal e daqueles que até hoje ainda não me esqueci ao terminar com 2 furos, o tempo também não ajudou com nevoeiro humido, serrado e gelado.. Por isso estavam reunidas as condições para um ajuste de contas com a Serra de Portel e não hesitei em me escrever este ano nos 90km (mais 10 que o ano passado para piorar) por vingança e para me tentar desforrar e empenar mais uma vez…

Este ano tive como comitiva Estremocense a companhia o João Garcia e o João Marques do SDT, o Pedro Guerra do XC Team o José Júlio e o Picão dos Bombeiros V. Estremoz, todos eles inscritos na maratona dos 45km.
Aquecimento..

A manha começou cedíssimo e gelada até Portel com temperaturas na volta dos 3ºgraus. 
O dia anterior deixou perspectivas de um dia de chuva, nevoeiro e muito frio, mas felizmente fomos brindados com um dia limpo e de sol embora como frio e que acabara por ser um dos motivos que me fez mudar de ideia e ficar pelos 45km, eu e a maior parte dos inscritos nos 90km... 

Mas para além do tempo, duas semanas antes já tinha por ali pedalado nos 3 cumes na maratona da Torre e que teve passagem por essa mesma serra. Nesse dia tambem já tinha um jantar  combinado nas tasquinhas. ..Só desculpas…lol

Resumo geral:

O levantamento dos dorsais: há hora que cheguei foi chegar e andar, onde no habitual saco trazia uma T-Shirt, um gel para o cabelo, um bidon, um iogurte liquido e um a bolsa para o € e telemóvel. Também no primeiro piso do pavilhão estava o pequeno-almoço com sumos, aguas, muita fruta, sandes.

Um beijo caloroso e enlameado
Partida: Há hora certinha com o briefing e um minuto de silêncio em memória de um colega de btt do Ferrobico que faleceu de morte súbita enquanto dormia.

Percurso: Totalmente diferente do ano passado com alguma dureza para 45km alguns sobe e desce constantes, piso rolante por um percurso muito diversificado e com direito a subida as antenas onde a lama, poças de agua e o frio foram uma constante. Sem nada apontar de falhas de sinalização… 

No percurso prometi a mim mesmo já que não iria fazer os 90km que iria tentar fazer os 45km a dar o meu máximo até ao fim… e o resultado foi uma media de 168 pulsações por minuto em 1:56:06 com uma media de 22.15km/h chegando na 13ºposição.

Abastecimentos: Não os utilizei, mas pelo que vi estavam bons até minis.

Duches: Sendo um dos primeiros a chegar não quis deixar de assistir há chegada dos respectivos colegas Estremocenses, onde fui ficando, ficando até que todos chegassem para depois irmos lavar as nossas meninas que mais pareciam um monte de lama e tomar duche no pavilhão, mas devido há quantidade de pessoal a chegar quase em simultâneo a água quente começou a faltar, onde fomos direccionados para as piscinas para um merecido banho de água quente.

Almoço: Há semelhança do ano passado tinha uma senha que nos dava um desconto de 10€ ou nos restaurantes no recinto da feira ou exterior. Onde no total éramos dez com a minha namorada, a senhora e os filhos do J. Marques. Apesar de estarem os restaurantes cheios lá consegui-mos arranjar os dez lugares mesmo há conta onde comemos e bebemos bastante bem num ambiente de descontracção e boa disposição como sempre. Após o almoço foi tempo de dar uma gira pela feira e caminho de Estremoz

Organização: Mais um ano, mais uma excelente maratona em todos os aspectos, a provar isso mesmo tinha o limite de 500 participantes e rapidamente se esgotou. A marca a simpatia a disponibilidade o trabalho e os percursos muito bonitos.

17 novembro 2008

3ª Maratona BTTorre

Esta foi a 3ª maratona de Torre de Coalheiros (Évora) e o segundo ano que estive presente, desta vez com mais dois elementos do Sobe e Desce Team (João Garcia, o João Marques) e o Pedro Guerra do XC Team.
A passada edição BTTorre teve alguns aspectos negativos, mas que este ano foram corrigidos e melhorados a 100%  como comprovaram  as inscrições de 300 participantes que  esgotou por completo para tres percursos, o 25km de 45km e 80km onde eu participei.
A manha mais uma vez começou cedo, cerca das 6h:45 e muito fresquinha. A me fazer companhia tive as minhas duas meninas, rumo a Torre de Coelheiros onde já se Encontrava lá o Pedro. 

A chegada fiz logo o levantamento do dorsal 95 (o meu) e o saco de plástico trazia mais uma vez o calendário com  as datas da próxima maratona e o circuito BTTorre 2009, juntamente com uma linguiça e um queijo da região.

Levantei também o dorsal o 246 que era o do João Marques que se tinha atrasado um pouco e que se fez acompanhar com a família. O João Garcia foi o último de nos a chegar já muito perto das 9:00 horas e ficou em falta na habitual foto de “família”. 
Antes da partida com direito ao pequeno-almoço (bolos, sumos e águas) no largo em frente da igreja lá conseguimos nos juntar todos.

Faltava o homem das "fotografias"
A partida foi atrasada e confusa pois já passava das 9h:00 e possivelmente derivado a uma coisa que gostei. Ninguém sabia ao certo de onde era a partida inicial (a manga de partida), pois uns estavam virados para um lado outros para o outro lado. Finalmente todos no mesmos sentido no que se pensava ser a partida inicial, dê-mos um volta pela pequena aldeia e que servi-o para o pessoal se posicionar da maneira mais correcta e desportiva sem os habituais "espertinhos” fora de horas se querem ultrapassar tudo e todos. 

Logo para abrir o apetite um single track altamente e espectacular debaixo de sobreiros entre rochas com cerca de 2kms, onde a técnica era a mais exigida... 

Aos 40km já estava em Portel e com tres cumes pela frente um bocado duros (tipo paredes) entre os 40km e os 65km e que fez disparar rapidamente a altimetria. Já estava há espera e já os conhecíamos da maratona de Portel do ano passado.  Fi-los com um colega de Mora deixando para traz após os cumes e não conseguido apanhar mais ninguém até ao final.

Eu á espera do companheiro do Ernesto
No geral gostei muito de todo o percurso escolhido um bocado de tudo (sobes, desces, planície e grande variedade de piso bem como pedradas que a minha menina apanhou). 
Na marcação não poderia estar melhor 5 estrelas onde estava tudo devidamente bem sinalizado e sem problema de procura de fitas. 
Só na mudança dos 40km/80km parece que algum pessoal que era para fazer oa distancia maior se “enganau” e fizeram os 40km. O que eu não vi nenhum motivo para haver assim tantos a enganarem, pois estava bem sinalizado a mudança de percurso., só se era a Serra de Portel…lol
Abastecimentos: só utilizei 1 ao km +/- 65km após a Serra de Portel e pelo que vi de morfes parecia estar tudo com diversidade, só que poderiam estar mais bem distribuídos, pois fizemos mais de 30km sem abastecimento salvo erro...

No final de 3h:50 com cerca de 21.5km/h de média em 83km percorridos e um acumulado de subidas de 1440m cheguei em 13º, mas beneficiei de 2 lugares por desclassificação de dois betetistas, concluindo justamente em  11º.

Nos banhos eram só dois chuveiros, mas pela dimensão desta pequena (grande aldeia) também não se poderiam esperar grandes infra-estruturas...mas ao menos de água quente
Almoço: O habitual cozido, com muita carne (bóias de toucinho e carne cozida)...Tudo porreiro.

Há hora que cheguei já não havia confusão nem bicha, foi sentar e comer...
De louvar o sorteio de prémios pelo pessoal presente na maratona (uma bike, equipamentos, bonés bidons, e taças para a maior equipa), só que não me calhou nada. Durante isso a comitiva Estremocense presente foi convivendo, bebendo uns sumos de cevada divertindo em mais um excelente dia e de sol para a prática do BTT bem como esta maratona que este ano esteve impecável em todos os aspectos.