14 abril 2008

3ª Maratona de Estremoz

Terceira Maratona que faço seguida e desta a vez a que me “vi o nascer no mundo do BTT..”. 
A 3ª maratona de Estremoz fica-me marcada por ter sido o meu baptismo em maratonas em 2007, ou seja há um ano traz e marcou-me tão de forma positiva com sua organização com a beleza do percurso, a dureza da Serra d’Ossa, o gosto pelo pedal e o ter conhecido o pessoal com que formar-mos o Sobe e Desce Team/AJES. A
parti daí nunca mais parei de participar em maratonas..,bem como todos os domingos de ir para esta nossa serra magnifica..


Sobe e Desce Team, com amigo Cruz.
Em relação a esta maratona acho que foi onde mais participantes houve, cerca de 400, divididos pelo percurso de 30km inscritos com  163 atletas e os 60km onde eu estava inscrito com mais 234 betetistas. 
Embora num percurso muito mais aligeirado do que a 2007. Todo o Sobe e Desce Team/AJES estava presente e a jogar em casa, só faltou mesmo apresentação do Team com os nosso equipamentos por razoes alheias...

A partida há hora marcada só apontar a falta de civismo e desrespeito do pessoal que se atrasou! pois quando passa-mos novamente ao pé do rossio esse pessoal aprazado apareceram de outro lado e abalroou por completo um companheiro meu, provocando um queda no alcatrão e ficando com escoriações nos joelhos e falta de pele nas mãos. Tudo por se terem aprazados e com a garganeiri-se de tentarem ficar nos lugares da frente, após o seu atraso.

Finalmente a meta
Logo após nos primeiros quilómetros a descida de um corta fogo que eu adoro e bem conheço  uma queda de alguns participantes, alguns deles mal tratados. Com cerca de  15 quilómetros percorridos houve a mudança dos dois percursos e logo aí começaram as dificuldades para os 60km com a subida até ao cume do S.Gens que fiz sempre acompanhado com Vítor e o João onde havia mais um grupo há nossa frente. Após atingir o cume fomos compensado com uma longa descida que causou mais algumas quedas. (já agora aproveito para desejar as rápidas melhoras ao pessoal que por lá caio). 
Foi a partir daí que comecei a puxar com garra e com a vantagem de conhecer a serra, começando a passar muitos atletas ate Chegar a Estremoz já que começavam acusar desgasta. Após 60km de um acumulado de subidas de 1500m foi a vez de escalar as Ferrarias até há torre de menagem, depois compensada com a minha chegada em 13ª com 03:04:25.

Valei o segundo melhor atleta do concelho de Estremoz com direito a uma taça oferecida pelo Sr.presidente durante o almoço. Sentadinhos e servidos á mesa, onde o almoço se prolongou até as 17:30 e como não podia faltar a imperial e a vinhaça para repor os líquidos perdidos...,pois tinha-mos que comemorar a chegada de todos os elementos Sobe e Desce Team/AJES com mais um balanço positivo em geral para um grupo de amigos do passeio Domingueiro


Em geral fica aqui os meu sinceros parabéns a toda a organização do CCE por mais uma excelente maratona na nossa cidade e principalmente a oportunidade de dar a conhecer a nossa Serra d’Ossa a muitos participante bem como penar...,pois Ossa faz mossa!!!
VS

07 abril 2008

IV edição ADN -Trilhos & Courelas/Vendas Novas


Após uma semana da Maratona de Mora cá fui eu novamente a outra  prova, desta vez até Vendas Novas onde teve lugar a IV edição Passeio/Maratona ADN -Trilhos e Courelas. Desta vez na companhia do Nelson e do Vítor com a participação de mais de 530 atletas esperados na partida. O que me admirou foi o grande numero raparigas já  que costuma ser raro no BTT. Mas é sempre bom para inspirar os participantes...lol. O Team estava isncrito para a distancia maior de 85km.

Novamente o levantar foi muito cedo cerca, das 05h:40 da matina e com apenas duas 2 horas de sono, lá fomos em direcção a Vendas novas. O levantamento do dorsal não começou muito bem para o Nelson, pois anteriormente houve alguém que lhe o levantou enganado no nº do dorsal, mas rapidamente conseguimos achar o distraído e resolver a situação caricata da parte da organização pois não tinha comprovado o nome..

Com uma joelheira
A partida fez-se junto há escola á hora mais ou menos marcada, com uma volta de cerca de cinco quilómetros por dento de Vendas Novas e  regressando novamente ao ponto de partida para o habitual brifing e depois então lá fomos em direcção ao penatório com um bonito dia de primavera com muito calor.

O percurso que sempre pensei ser de muita areia há semelhança do de Mora, mas felizmente enganei-me... pois só alguns sítios é que existia mais areia acumulada, num percurso espectacular e muito bonito, com passagem por muitas courelas (com direito aos bolos das vacas que durante um bocado não as conseguias-mos evitar), zonas de muitos sobreiros, terrenos muito verdinhos, ribeiros cristalinos e com agua até aos joelhos para molhar os pés ao pessoal, onde alguns tive que os fazer a pé por cuasa da sua  fundura, com um sobe desce constantes e muitos km para rolar a uma media acima dos 35km... 


Também paro nos abastecimentos
Existiram 4 zonas de abastecimento bem recheadas onde parei cause sempre há fruta. Todo o percurso esteve bem marcado e assinalado onde por vezes os 3 percursos estava traçados no mesmo sitio. 
Fiz os primeiros 25 quilometros sempre com o meu amigo e companheiro Vítor, já que o Nelson ficou um bocado para traz logo ao inicio...
onde começa-mos logo por passar alguns atletas nas pequenas subidinhas e a partir daí veio uns bons quilómetros sempre a rolar.  
Comecei a puxar a uma grande velocidade deixando o Vítor mais para traz, o resto dos quilómetros que faltavam fi-los grande parte sempre sozinho e passando mais alguns atletas fatigados. A cerca de 13 quiloemtros finais juntaram novamente os 3 percursos e qual o meu espanto quando vejo a quantidade de pessoal por ali espalhados/fatigados, outro deitados dos 25 e 55km que apesar de terem quase metade dos quiloemtros que eu já tinha feito fui os passando a todos até há meta com passagem antes dentro do poligno do quartel...

No final desta vez sem quedas nos 85km percorrios em 03h:49 e fiquei em 18º, com o tempo de 03:54 o Vitor no 21º, depois o Nelsito com 04:19:35 em 42º.


Agora é tempo de pensar na Serra d'Ossa
Após a chegado foi tempo de mais dois banhos,o da minha menina e o meu com agua quente... O meu almoço acabou por ser bifanas, embora tive-se pago a inscrição com almoço tive que ir as bifanas pois o Nelson e o Vítor só pagaram a inscrição sem almoço e não tinha lógica ir cada um para seu lado...

É concerteza uma maratona a repetir, pois alem da beleza de percurso a organização 99%(derivado a falta de atenção nos levantamentos dos dorsais) , mas sempre muito simpático e prestável. As lembranças também eram muitas e boas...