06 junho 2014

V Maratona Piranhas do Alqueva

Indeciso com a minha participação entre o fim-de-semana logo apôs o BTT Campo Maior na prova de Cabeço de Vide, ou neste fim-de-semana em Reguengos de Monsaraz. Optei por falhar a minha terceira participação consecutiva em Cabeço de Vide e me estrear em Reguengos com a organização dos Piranhas do Alqueva.
Esta prova foi a que obteve o ano passado mais participantes no nosso Alentejo logo a seguir a de Portalegre, daí o meu interesse em participar e me estrear neste evento.

A manha começou cerca das 7:00h onde desta vez levei a minha viatura e como companhia tive a da minha namorada e do Luís Bilro. Noutra viatura seguiam o A. Beja Neves e o C. Bilro.

Á chegada a Reguengos fomos ter ao secretariado perto do local da partida onde em fila aguardamos cerca de 10mim para levantar do frontal, um pouco lento e pouco pessoal do staff para entregar cerca de 600 sacos.
Após levantamento do frontal decidi-mos ir logo deixar os carros perto do local dos banhos, a mais de um quilómetro da zona partida o que me fez perder mais alguns preciosos minutos.

Perto das 9:00h e á pressa mais uma vez, fui percorrendo algumas das ruas ate chegar á zona da partida, onde estavam a fazer o controlo 0. Sendo a partida as 9:15h ainda estava com muito tempo, mas não para obter um melhor resultado, pois já estavam muitos participantes na minha frente, talvez mais de duzentos e mais cerca de cem que estavam confirmados para o percurso dos 80km, separados dos restantes, mais á frente. Por ali aguardei as lerias com Humberto, enquanto o calor já se fazia sentir.

Nos primeiros quilómetros já tinha sombras
A 9:15h foi lançada a partida onde atrás do carro da GNR, percorremos cerca de 3km de alcatrão de forma muito rápida, onde consegui ganhar alguns lugares, mas muito longe da frente, nem sequer avistei.
Á saída do alcatrão entramos numa estrada de terra batida estreita, dois a dois onde com muita dificuldade fui tentado “furar” a fim de ir recuperando lugares.
Até ao quilómetro 12 foi um tirinho, onde finalmente apareceram algumas subidas de mais inclinação. Até Monsaraz, cerca do quilometro 30, o percurso foi em sobe e desce, com os sobes em "paredes"..  

Antes da subida a Monsaraz, subida esta em pedra com cerca de um quilómetro já tinha havido a separação de percursos onde me informaram que me encontrava nos primeiros dez, onde fiquei com
a esperança de recuperar mais alguns lugares já que faltavam ainda cerca de 18km até á meta.
Uma descida mais técnica
Mas apareceu-me um problema, quando mesmo junto ao castelo tive que apear para subir dois degraus., quando uma piranha “cambria” me inteiriçou a perna.. E pronto estava a “barraca armada”...,eram esperados 18km a sofrer.

Descemos uma dura descida por entre pedras e com o companheiro Ruxa, que já algum tempo me vinha acompanhar. Mesmo á nossa frente seguia isolado um outro participante e mais a frente ainda avistávamos mais três, o que pelos meu cálculos conseguindo passar esses participantes ficaria perto do pódio.
Cerrei os dentes e dentro das limitações físicas deixei o Ruxa para traz e fui me encostar a esses participantes, ganhando-lhe de imediato a frente da corrida sem qualquer receio de puxar..

Subida a Monsaraz

Só que ainda faltavam cerca de seis quilómetros par ao fim, embora com um percurso me era favorável, muito rolante sendo o problema era eu já estar na reserva e só me limitei a dar boleia aquele grupo até quase ao fim, pois já sabia que não era capaz de manter a frente até á meta.

A menos de um quilómetro com a entrada no alcatrão, limitei-me a encostar para o lado e deixar passar os quatro bettetistas, concluído a prova na cauda no 8º lugar da geral, 5º no meu escalão com o tempo de 01:59m entre 404 a terminar os 48km.

Um pouco ressabiado com aquele desfecho, as limitações físicas não me permitiram melhor, aguardei a chegada da restante comitiva SDT onde ainda tive tempo para um banho junto da meta nuns repuxos de agua.

As crianças diverte-se no dia 01 Junho




O almoço foi servido no salão dos Bombeiros Voluntários de forma requintada, com muita entrada e serviço no prato, não faltando nada.

Em suma o percurso estava bem marcado e sinalizado, o ponto menos bom vai para secretariado demorado e com pouco pessoal e para a separação dos participantes dos 80km á parte, mas com o mesmo tempo de saída dos 45km, de resto estava tudo impecavel..



Sem comentários: