04 outubro 2009

1º Passeio/meia-maratona B.V Arraiolos


Como os meus planos para participação em eventos  de quinze em quinze dias, neste fim-de-semana foi a vez da maratona de Alenquer que se realizou no dia 05, mas como o pessoal da organização de Alenquer foi muito pouco esclarecedor, atencioso e nem sequer disponibilizou informação nem sequer a lista de inscritos, surgiu este evento aqui mesmo ao lado, que me fez alterar alterar os meus planos para este passeio.

Este foi o primeiro passeio organizado pelos B.V de Arraiolos, com apoio do Núcleo Cicloturismo de Arraiolos. Passeio este com todas as semelhanças de uma meia maratona, pois existia dorsal, contagem de tempos, ponto de controle e troféus para os primeiros lugares. 

Desloquei até Arraiolos com mais cinco elementos SDT (João Garcia, José Júlio, Pedro Perdigão, João Catarino e o novo elemento SDT Duarte Picão), mais alguns amigos e representares de outros grupos Estremocenses como a da Rota d’Ossa e os B.V Estremoz.
A partida em direcção a Arraiolos foi mais tarde do que o habitual, pois é mesmo aqui ao lado de Estremoz. 
Á chegada fomos logo levantar o habitual dorsal algo lento e inexperiente neste tipo de eventos, o que é perfeitamente compreensível para a primeira vez e onde no saco vinha como brindes uma t-shirt e papelada sobre o conselho de Arraiolos.


Colocação do frontal e aquecimento pulmonar
A partida e chegada dos participantes fora feita em frente do quartel dos bombeiros um quarto de hora depois da marcada devido a um atraso dos participantes. As 9:15 lá foi dada a partida com cerca de 200 betetistas inscritos para duas distancias. Passeio 25km totalmente guiados pelo pessoal da organização e o  a distancia de 50km esta com contagem de tempos, controles e prémios na chagada, o que sempre cativou mais o pessoal para o espírito de competitividade. 



A polémica começou ao fim de 3km após a partida e a passagem pelas ruas de Arraiolos quando surgiu o controle 0 mesmo há saída do alcatrão. O pessoal fora avisado no briefing que eram obrigados alí a parar e esperar pelos resto dos participantes mais atrasado até ser dada então a partida real.., só que cinco ou seis participantes não o fizeram, seguindo assim em frente e ganhado 2 ou 3 minutos para o resto que parou. 
Polémicas há parte todo o percurso do 50km esteve devidamente bem marcado/assinalado com um sobe e desce (rompe pernas) constante com zonas bastante bonitas, passagem por muitas herdades e gado talvez (com cerca de 70% do percurso seria da 1ª maratona em Abril), com um piso por vezes bastante acidentado e onde o final foi uma subida em estrada de alcatrão com cerca de dois quilómetros até Arraiolos, no final dei um acumulado de cerca de 800m.

Apesar de ter partido com um desvantagem inicial de pelo menos 2 minutos para os 5 participantes que não esperam no controle 0, lentamente fui conseguido recuperar posições e perto dos últimos 4km quando as câmbrias já se estavam apoderar das minhas pernas, avistei dois dos participantes “fugitivos iniciais”, com aproximação do final, arranjei divinamente uma enorme força de vontade/energia tentando esquecer o meu estado de “sofrimento” que já tinha, sendo talvez este o segredo dos meus bons resultados, “e de uma cajadada matei três coelhos”, pois conseguiu passar os dois participantes e ganhar mais alguns segundos ao companheiro que andou quase sempre na minha roda no percurso quase todo.
Há chegada e com 106 participantes a concluírem o percurso dos 50km arrecadei mais um lugar no pódio com a 2º posição e o tempo de 02:02:46. (ver classificação)

Um lindissimo troféu pintado á mão

O almoço fora servido tardiamente no pavilhão multiusos perto das 14.00, onde já quase todos os participantes aguardavam esfomeados a sua abertura, após isso lá veia a parte melhor do passeio que foi porco no espeto muita imperial e um troféu muito suado e original (um telha pintada há mão)




Fica aqui uma palavra de agradecimento aos B.V de Arraiolos, que tudo fizeram e se esforçaram para que todo corresse do melhor e proporcionar mais um excelente dia na prática deste desporto que cada vez move mais pessoas…

Sem comentários: